• Fim de Outono                                                                         
    as toupeiras nos túneis                                                 engalanadas de    […]

  • Pois veio o Pequeno Príncipe, desta vez, a cair no sítio de Miguilim e Dito, no Mutúm, pleno sertão! Trazia consigo um carneiro.
    Exceto o alvoroço das galináceas, os meninos nem estranharam aquela figura apare […]

  • Uma aura de mistério e importância cobria o trem quando, em incertas manhãs de terça, embarcava o estrangeiro foragido. Quase sempre fazia o percurso inteiro, até Monte Azul, hora e meia, que o tempo alongava em s […]

  • Miriam wrote a new post, O trem blindado, on the site Poal de Sol 4 months, 2 weeks ago

     
    Há  uma névoa densa, branca e fria que recobre a paisagem preta e também branca. Não há  outras cores nas intermináveis planícies que o trem atravessa.  Não é na chegada, nem na partida, que o gesto do hom […]

  • Comboio
    a noite dormia                                                                         nos primeiros vagões                                                                d […]

  • A visão era de pasmar!
    Todos aqueles camelos ajoelhados, esbarrando nas coloridas e luxuosas túnicas de seus reis.
    Joãozito, do alto da corcova de seu camelo, a dois metros e meio do chão, esfregando os mío […]

  • Miriam wrote a new post, Joguiro*, on the site Poal de Sol 6 months, 1 week ago

    JOGUIRO dormia e sonhava. A réstia de luz que já penetrava entre as tábuas, mostrava que ele também sorria. Não era para menos: achava bondosamente engraçado aquelas formigas cruzarem o velho tronco. para logo […]

  •                                                                                           Trigal! Choupanas!                                                            clamam meus    […]

  • a Makita, in memoriam
    Makita é um pássaro um conjunto de penas envolvidas por um corpo      aparentemente frágil esvaziar a mente… Makita percorre a academia   a passos largos, inverossímeis para o tamanho d […]

  • Na finitude da planície Valquírias cavalgam Plenitude do avenir

    Rastejo faz dias semanas? perde-se a noção do tempo na batalha o Escritor chega prepara suas emoções entro no cemitério no sul da Itália surge u […]

  • Miriam wrote a new post, O homem da ilha, on the site Poal de Sol 8 months ago

    Quando retornei à ilha, as coisas já não foram as mesmas. Certo, os meus receberam-me como um ilustre e estavam orgulhosos. Outros desdenhavam-me. Mas a grande maioria rejeitava-me. Pois o gentil cônsul bra […]

  • Miriam wrote a new post, Eu, Subles, on the site Poal de Sol 8 months ago

     

    Alguém tira o cadeado. A porta metálica gira sobre seus goznes oxidados – faz um barulho infernal. Uma corrente de metal se desliza e bate contra a porta também de metal. Entram dois homens do taman […]

  • Miriam wrote a new post, O audaz Navegante, on the site Poal de Sol 8 months ago

    Minha partida a muitos confundiu. Lenços enfunados, amante devastada, sentida.

    Mas não.

    A Aurora-deusa desperta meus sentidos nesta manhã. Ecos distantes de voz brejeira tomando-me o leme para pe […]

  • Miriam wrote a new post, O Trem de Hans Helmut, on the site Poal de Sol 8 months ago

    Há uma fresta entre as tábuas. Por ali se filtra uma luz laranja que às vezes estende uma imagem invertida na parede oposta. Hans Helmut abre um olho, se estica, abre o outro olho. Sente duas respirações, a de A […]

  • Trilhos invisíveis alçam-me ao cimo, serpenteando a rosca do Morro.Do alto, vejo e acompanho. Posso intuir, dispor, variar. Não invento nada. Apenas que, na longitude, a clarividência aflora e preside. Lá emba […]

  •  
    João Encantado      
    Em luz,
    atrai a borboleta ao pescoço,
    próprio de si
    Ondula prata
    sobre pedras, veios sombreados,
    oh!Veredas!
    Pontilhado luzidio
    de passos
    o rastro acende um céu
    Asas […]

  • Miriam wrote a new post, (no title), on the site Poal de Sol 8 months ago